Sofá vs Bancada

Será a televisão uma mais-valia para o desporto rei? Ou apenas uma forma de atrasar a sua evolução? As diferenças entre ir ao estádio e ver um jogo pela televisão.

opcoes-de-tv-para-acompanhar-futebolNão tanto o futebol enquanto espetáculo, mas sim enquanto negócio, tem vindo a deteriorar aquela que era uma tradição em alguns países, ou seja, ir à bola. Muitos de nós cresceram em redor de um pai ou de um avô que nos oferecia esse privilégio. Privilégio este que nos tempos que correm é cada vez mais raro, o negócio instaurado na indústria do futebol faz com que a população troque a efusiva bancada pelo seu confortável sofá. As suas implicações são variadas, começando na influência dos meios de comunicação e acabando no elevado preço de bilheteira, todos estes geram factores que levam o público a abandonar o hábito de ver um jogo no estádio. Porém, quais as diferenças? Sendo os direitos televisivos atualmente uma das maiores fontes de rendimento do fenómeno futebolístico, estes exercem muito poder, afetando a evolução do jogo, tanto tacticamente como para atrair os seus adeptos. Não é estranho depararmos-nos com duas visões de um só jogo, visto que os espectadores em  casa detêm imagens manipuladas, isto é, a televisão apenas mostra o que quer e ainda influência a opinião pública e o senso-comum a partir dos seus comentadores, enquanto que um adepto que assistiu a um confronto no estádio detém a sua própria interpretação do jogo, tal como a proximidade que esta experiência lhe proporciona. Os preços sobem e os estádios esvaziam. Péssimo para o futebol, óptimo para os media. A realidade do divertimento que outrora se manifestava em prol de um jogo de futebol desapareceu, os estádios enchiam, e agora? Atualmente um adepto que vá a todos os jogos é usualmente apelidado por "fanático", enquanto antigamente seria apenas uma rotina de domingo à tarde. O "espetáculo televisionado" em que o futebol se tornou nunca será o mesmo nem semelhante ao envolvimento sentido por um adepto que está com a sua equipa dentro do estádio, a expressar-se, a conviver com os seus consócios. Muito mais que um entretenimento, o futebol ganhou um enorme poder económico que o influencia em todas as suas estruturas e competições, controlando-o. Foi este realmente um ganho ou uma perda?

Denunciar conteúdo

Tem algo a dizer? Esse é seu momento.

Se quer receber notificações de todos os novos comentários, deve entrar no Beevoz com o seu utilizador. Para isso deve estar registado.