Não me digam? que não falei do homem!

O legado é único, e pertence a cada homem, uns sobem a rampa, outros descem a rampa. mas poucos conseguem a rampa.

Quantos homens, honrados, respeitados, imitados, sonhos de muitos jovens, alguns com um curriculum, que apraz, os que o visitam. Legados que nos fazem sonhar e imitar este homem. Homens que entraram para à historia, como um marco divisor do antes e do depois, em que ao olharmos, mesmo que com o olhar descuidado notamos claramente a diferença de um homem honrado. Hoje vivenciamos em todos os meios, uma grande desclassificação do homem, por parte de uma minoria de homens sem mente, principalmente da classe publica de todos os poderes e escalões do sistema. Nos entristecemos, porem estes homens sem mente, além de minoria, não estão classificados ou aprovados por homens de um legado, exemplar; todos esses homens sem mente, burlaram à sua classificação, tornando-os, claramente, com, seus atos ilícitos e desprovidos de caráter, um ser habitual ao seu habitat natural, que é a deshonrra, individual e coletiva, de todos os homens sem mente. Sendo que os tais andam em círculos por longos períodos de tempo. E em suas palavras néscias, se e comprovado o que lhe e habitual. A loucura. Portanto cabe aos sábios fazer uma devida separação, como a que será feita num futuro próximo; “separação do joio e do trigo”. Cabe ao prudente, fazer as devidas separações, que isto seja feito em breve, pois os homens sem mente, ultrapassarão os limites da loucura, cabendo aos prudentes, tomar as rédeas das mãos do loucos. “antes que tardio, do que nunca”. Sendo que os loucos tem seu espaço de morada, que lhe e próprio. Onde serão melhores vigiados e monitorado, para que não causem nenhum mal aos seus semelhantes. Precisam ficar isolados e vigiados vinte e quatro horas por dia, para que cause o menor prejuízo a população brasileira. Que já tem em suas costas um fardo muito pesado, e navegar e preciso, mas sem tantos néscios em seu caminho. Um povo honrado, trabalhador, honesto, e cumpridor de todas as suas e não suas obrigações. Precisamos construí uma ponte para que os homens de legados honrados, consigam com sua sabedoria e lucidez, consigam dar um basta nesta loucura total de se impregnou em nosso país nas ultimas três décadas. Apenas com a sabedoria, venceremos a loucura e todos os loucos dos poderes que foram estabelecidos por néscios. Alguns vão dizer; criaram um estereótipo, para denegrir a imagem de todos os poderes deste belo país, que à mais de seis séculos vem sendo subtraído pelo mundo, porem fazendo uma breve analise, mesmo que superficial, todas as condutas de todos os poderes com seus néscios em comando, será desabonada, em poucos milésimos de segundo. Então que se criem marcas ou não. Nada salvara todos os poderes com seus néscios no comando. Porem existe uma oportunidade para os sábios e de bom legado deste belo país, onde não fazem parte todos os poderes com seus néscios no comando. O povo deste belo país, os quais tem um grande legado. Sejam Negros ou Índios, com exceção, de todos os poderes e seus néscios no comando, o povo que detém o poder de fato; exigindo seus direitos, não com armas que matam. Mas com sabedoria de seu legado de honrarias, colocando todos os poderes e seus néscios, em seu devido lugar. Juntamente com as velhas raposas, terão finalizados todas as tentativas frustradas de incoerência e insensatez. Sendo que o povo deste belo pais, deixara um legado maior do que lhe e de direito. Tirando de cena todas as ideias arcaicas e ultrapassadas, de todos os homens, de todos os poderes, e juntamente com eles, as velhas raposas, que irão, finalizar suas atividades sem nexos e sem expressões, sendo que viveram à margem da incoerência e da loucura. Onde não plantaram nada. Sendo que à todos os homens insanos de todos os poderes juntamente com as velhas raposas, não terão nada para colher, lhes restando para todos os insanos de todos os poderes juntamente com as velhas raposas, o seu legado inverso. “O DESPREZO”. Pois os tais, não merece nenhuma memoria ou mesmo lembranças, sendo que lembrar o passado e sofrer duas vezes, no caso de todos os homens néscios, de todos os poderes, deste belo país, juntamente com as velhas raposas, que deixaram muitos feitos contrários, à ética, a moral ao caráter, procedimentos os quais estão interlaçados com todos os homens néscios, os quais não tendo nada que os abone, não são merecedores de nada. Apenas desprezo, por parte de todos os brasileiros. Que oram buscam por em ordem o que foi desordenado.

Denunciar conteúdo

Tem algo a dizer? Esse é seu momento.

Se quer receber notificações de todos os novos comentários, deve entrar no Beevoz com o seu utilizador. Para isso deve estar registado.