A experiência de conduzir os #DebatesExponenciais17 na Livraria Cultura.

Mais importante intermediária entre autor, editora e leitor, as livrarias enfrentam grandes desafios para manter e ampliar a sua relevância no mercado livreiro. Mas fica a pergunta: Como serão no futuro?

Neste post quero compartilhar um pouco da minha experiência ao conduzir debates sobre o livro "Organizações Exponenciais", na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Campinas, especialmente, a experiência do dia em que tive acesso à edição 116, com um conteúdo diferente da "Revista da Cultura", dedicada a trazer em suas páginas matérias que, de alguma forma, celebram os 70 anos da trajetória da Livraria Cultura.

Na matéria "A Livraria do Futuro (Do Subjuntivo)", J R. Bellé reflete: "Mais importante intermediária entre autor, editora e leitor, as livrarias enfrentam grandes desafios para manter e ampliar a sua relevância no mercado livreiro. Mas fica a pergunta: Como serão no futuro?

Antes de viajarmos ao futuro do subjuntivo das livrarias, é preciso dar uma volta em seu pretérito mais-que-perfeito: quando Santo Inácio de Loyola fundou a Companhia de Jesus, por volta de 1534, mal sabia ele que, cerca de um século e meio depois, seus jesuítas seriam os primeiros a comercializar livros neste Brasil brasileiro."

Como ex-aluno de Administração da FEI São Paulo, enquanto lia a matéria, me lembrava das tardes de sábado debatendo com os colegas de turma, na biblioteca Inácio de Loyola, no bairro da Liberdade, em São Paulo. Mal sabia eu que, cerca 40 anos depois, estaria conduzindo debates numa livraria.

Bellé destaca uma indagação do economista espanhol Javier Celaya, referência na investigação do mercado editorial: "Por que alguém sairia de casa para comprar um livro se pode fazê-lo, pela internet, sentado no sofá? A única coisa que fará com que as pessoas se desloquem até uma livraria, é que ela terá lá, no espaço físico, uma experiência melhor, mais proveitosa e rica, do que se fosse comprar de casa."

Ao concluir a leitura da matéria, refleti que, por meio dos #DebatesExponenciais17, busco compartilhar as minhas experiências de leitura e, desta forma - concordando com os argumentos de Celaya - me sinto feliz em propor esta experiência às outras pessoas.

Contribuir para ampliar a interpretação de ideias.

http://www.joaoflorenciobastos.wordpress.com

Denunciar conteúdo

Tem algo a dizer? Esse é seu momento.

Se quer receber notificações de todos os novos comentários, deve entrar no Beevoz com o seu utilizador. Para isso deve estar registado.